Arquivo

900x417px_olavo bilac.jpg

O cantor Olavo Bilac vai apresentar o seu concerto “Somos Feitos de Memórias”, no próximo dia 31 de março, no Centro de Congressos do Arade, no Parchal, concelho de Lagoa.

Dono de uma voz rouca e singular, Olavo é detentor de um currículo bastante rico com participações constantes em discos e concertos dos mais prestigiados cantores portugueses e africanos, que o torna um dos nomes mais incontornáveis da música em Portugal e nos países de expressão portuguesa.

"Mais Respeito Que Sou Tua Mãe" é um verdadeiro fenómeno de popularidade junto do público português.

Ao todo a comédia adaptada, encenada, e protagonizada por Joaquim Monchique já foi vista por mais de 100 mil espectadores.

A mãe de família e dona de casa mais desesperada da Baixa da Banheira e de Portugal está de volta nesta nova versão de "Mais Respeito Que Sou Tua Mãe!". Esmeralda Bartolomeu continua a sua luta pela sobrevivência no caos de um seio familiar onde tem de lidar com um marido desempregado que só tem apego a futebol; um sogro de 80 anos tão ou mais adicto à marijuana que o seu filho mais novo; uma filha adolescente com um comportamento sexual mais desenvolvido (e desenvolto) que o seu; e um filho mais velho que é gay, e depois deixa de ser e depois volta a ser e depois deixa de ser outra vez!

O aguardado regresso de "Mais Respeito Que Sou Tua Mãe!", assinala os 30 anos de carreira de Joaquim Monchique que veste a pele de Esmeralda Bartolomeu e assina, também, a encenação e adaptação de uma das peças de maior sucesso na Argentina, de autoria de Hernán Casciari.

900x417px_mais respeito.jpg
900x417px_cuca roseta.jpg

Chama-se Luz e é o novo disco de Cuca Roseta. Um disco arrebatador que mostra em pleno todo o talento e voz da fadista.
O título não engana e a capa também não. A Luz de que Cuca fala, pode ser lida facilmente como uma alusão à candeia que ilumina o seu caminho, a uma luz interior que lhe traz o conforto e a segurança suficientes para fazer deste álbum um novo momento de revelação, aquele que mais longe vai na definição daquele que é o seu fado.

Com mais de 40 anos de carreira é um nome incontornável do panorama musical português. A sua obra contém canções amplamente transversais com temas como "Frágil", "Deixa-me Rir", "Dá-me Lume" ou "Encosta-te a mim", que se tornaram hinos intemporais. Compositor, poeta, intérprete e exímio pianista, o percurso de vida de Jorge Palma observa-se sempre a par da música. Tendo começado a aprender piano com seis anos de idade, mais tarde, correu a Europa de guitarra em punho tocando nas ruas de cidades como Paris e Copenhaga. 

jorge palma banner 900x417px.jpg
paulo gonzo banner 900x417px.jpg

Diz-me"é o nome do novo álbum de Paulo Gonzo. 

Depois de "Sem Ti", com letra da autoria de Jorge Palma e com a participação de músicos como Jack Daley, Paulo Gonzo lança agora como single o tema "Amor Maior" que conta com a participação de Raquel Tavares, que faz parte do genérico da telenovela "Amor Maior",

Neste novo trabalho, Paulo Gonzo conta com a participação especial de Raquel Tavares, Diego El Cigala, Jorge Palma, Mário Biondi, Boss AC e Black Mamba.

“Deixem o Pimba em Paz” | Com Bruno Nogueira e Manuela Azevedo Desde sempre fascinado pelo universo pimba, Bruno Nogueira propõe-se dar outra vida a essas canções, juntando Manuela Azevedo, vocalista dos Clã, e outros músicos que fizeram arranjos de jazz e pop onde eles eram pouco prováveis. O pimba é unificador. Às escondidas, para não parecer mal. Seja numa festa da Quinta do Lago, seja no meio de um churrasco em Massamá, aos primeiros acordes de uma música de Quim Barreiros haverá uma debandada a correr para a pista de dança e a cantar o refrão em alegre e alta voz. "Deixem o Pimba em Paz" é um concerto e um espectáculo de desconstrução e já não é pouco.

O espetáculo que junta Ana Brito e Cunha, Fernanda Serrano e Maria Henrique estreou em 2014 e esgotou várias temporadas desde então, tendo lotado recentemente os Coliseus do Porto e Lisboa. Em palco as atrizes dão corpo, voz e alma a textos seus e de autoras como Ana Bola, Helena Sacadura Cabral, Sónia Aragão, Sílvia Baptista, Inês Maria Meneses, Rita Ferro, Leonor Xavier e Rute Gil, sob a direção de Sónia Aragão. Em 40 E ENTÃO? a vida é assumida sem tabus ou adoçante. Aos 40 anos, as mulheres já não são como eram. A vida mudou e elas também. Como é que vêm o amor? O sexo? A solidão? O envelhecimento? Ou até a forma como lidam com os filhos? São muitas perguntas para uma única resposta: com muita garra, determinação e um imenso sentido de humor!

Bárbara Bandeira é a mais recente revelação na música pop nacional e acaba de lançar o novo single e vídeo "A última carta". Em pouco tempo já atingiu 3,5 milhões de visualizações e promete bater todos os recordes! A música tem a autoria de Agir e Bárbara Bandeira, com produção musical e videoclipe pelo conceituado estúdio klasszik, a nova produtora da cantora. Com apenas 16 anos, Bárbara Bandeira é o mais recente fenómeno das redes sociais e da música pop, em Portugal! A jovem cantora conta com milhares de seguidores e visualizações dos seus vídeos. Bárbara começou por participar em 2014, no programa "The Voice Kids Portugal", onde integrou a equipa do mentor Anselmo Ralph. Perante o apelo das centenas de milhares de fãs que visualizaram as suas covers nas redes sociais e em alguns programas televisivos, Bárbara Bandeira decidiu dar o passo seguinte na sua vida e iniciar-se, oficialmente no mundo da música, sendo já o novo sucesso da música pop nacional. Em 2015 lançou o seu primeiro single, "Crazy", que conquistou perto de 600 mil visualizações, seguido do single "És Tu", que faz parte da banda sonora da novela da SIC "Espelho DÁgua" e que já ultrapassou os 3 milhões de visualizações no youtube. Bárbara é um caso sério de sucesso que promete surpreender ainda mais em 2018!

Chegou "bagunçando a zorra toda e que se dane" o que ela quer "mais é que se exploda". Sabe de quem falamos? Sim, é ela mesma: Ludmilla! A cantora do hit "Cheguei". Este ano, vai poder ouvi-la ao vivo, pela primeira vez, em Portugal, país que escolheu para se estrear nos palcos europeus.

Prepara-te para levares um grande susto… A melhor festa de Halloween de Portugal é no Algarve! Master Halloween powered by RFM No centro de congressos do Arade, em Lagoa, Diego Miranda, Pedro Carrilho, os Djs RFM Rich e Mendes, Hugo Batista, Dj Serginho Master Halloween powered by RFM A partir das 11 da noite… até caíres de susto!

Estamos em 1956, em plena Guerra Fria, com o perigo iminente de um ataque nuclear, vindo das hostes soviéticas. Uma comunidade, no meio da América, realiza o Encontro Anual de Quiches da Susan B. Anthony Society, as Irmãs Gertrudes. O seu lema principal é: Sem carne, sem homens, somos felizes!.
Apesar de serem todas, ou quase, lésbicas, o assunto é tabu Até ao momento em que, isoladas no seu bunker improvisado, fruto de um alerta de ataque nuclear, começam a confessar-se, melhor dizendo, a "sair do armário. A revelações serão surpreendente até ao fim!

Uma aventura musical com todos os ingredientes para assegurar muita diversão com uma mensagem pedagógica que ensina o valor da Família, da Amizade, da Solidariedade e entreajuda.

Passado na Califórnia, no final dos anos 50 e começo dos anos 60, tem como pano de fundo o comportamento dos jovens dessa época. Grease é a história de um casal de estudantes, Danny e Sandy, que trocam juras de amor no verão, mas separam-se, pois ela voltará para a Austrália. Entretanto, os planos mudam e Sandy acaba por se matricular na escola de Danny. A partir desse momento, tudo poderá acontecer e o amor irá imperar, mas não sem antes os jovens andarem desavindos.
O final feliz derrete corações e o humor insólito, próprio de jovens na flor da idade, faz deste argumento um clássico que tem atravessado gerações e que continua em cena em inúmeras salas de teatro, nos EUA.

Era uma vez um príncipe que vivia num palácio rodeado de rosas vermelhas, símbolo máximo do Reino das Rosas e riqueza rara nos reinos contíguos. O príncipe, que era conhecido por ser muito mau, preguiçoso e extremamente vaidoso, vivia indiferente perante a beleza e a pureza das rosas. Preocupava-se apenas com a sua própria beleza e em ter cada vez mais ouro. Aproveitando a ausência do seu pai, o Rei, vendia toneladas de rosas aos reinos vizinhos, que não tinham a sorte de ver crescer nas suas terras tão especial riqueza.

Um dia, a fada protetora das rosas receando que as mesmas acabassem no Reino, lançou uma maldição ao príncipe transformando-o num monstro e todas as rosas do reino ficaram pretas, símbolo de tristeza, para que não as conseguisse mais vender.

Para voltar a ter aspeto de príncipe teria agora de encontrar uma mulher que se apaixonasse por ele e só nessa altura todas as rosas do Reino voltariam a ser vermelhas. Mas quem algum dia irá apaixonar- se por um Monstro?

Uma história onde a aventura e o romance vão dar azo à fantasia de pequenos e graúdos, em mais uma aposta de teatro familiar, com encenação de Paulo Sousa Costa e João Didelet.
Teatro no Cinema, um cruzamento de duas artes que resultam num projeto inovador, onde a tela de cinema ganha uma dimensão ainda maior fruto da interação dos atores que estãoem palco. A história de um mundo imaginário, recheado de fantasia, amor e sonhos, com personagens extravagantes, que reforçam a loucura desta azáfama.

Os monólogos da vagina são compostos por vários pequenos textos/monólogos. Cada um deles lida com a experiência feminina, abordando assuntos como sexo, prostituição, imagem corporal, amor, estupro, menstruação, mutilação genital feminina, masturbação, nascimento, orgasmo, os vários nomes comuns para a vagina ou simplesmente como uma parte física do corpo feminino. 
Um tema recorrente em toda a peça é a vagina como uma ferramenta da capacitação feminina e a personificação máxima da individualidade. 
Todos os anos, um novo monólogo é adicionado para destacar uma questão atual que afecta as mulheres em todo o mundo. 
Histórias divertidas, cruas e reais que desvendam um pouco mais do desconcertante universo feminino.

Dois amigos de longa data decidem debater a sempre polémica temática do papel do homem na nossa sociedade e as suas ramificações com tudo o que o rodeia, com tudo o que se mexe... mulheres incluídas.
Regabofe, Rabos, Carros, Futebol, Copos, Porrada, Mariquices versus Machices, Gajas e, claro, Mulheres, serão alguns dos vários temas aflorados (esta palavra não é de macho).
A melhor forma que encontraram para abordar o abominável mundo do homem foi organizar uma “Conferência de, e para Machos”, denominada FAZ-TE HOMEM, onde irão expor as suas indignações, receios, traumas, medos, frustrações, no fundo, o que os apoquenta. (outra palavra que não é de macho!). Tudo condimentado com muito humor e... amor pelas mulheres, claro. Mas também com ódio e... amor pelas mulheres, claro!
Os espectadores, sem saberem, serão participantes desta “Conferência de e para Machos” e poderão ser chamados a intervir, dando o seu importante contributo para uma sociedade mais... digamos, mais... masculina, vá!

Junta-te a Alex, o Leão, Marty, a Zebra, Melman, a Girafa, Glória, o hip-hipopótamo e, claro, àqueles hilariantes, conspiradores pinguins! Finalmente chegou a Portugal a aventura musical de uma vida. Baseado no filme de animação da DreamWorks, Madagáscar, uma Aventura Musical, conta a história de um grupo de amigos inseparáveis, que escapam de sua casa no zoológico do Central Park, em Nova Iorque, e se deparam com uma viagem inesperada ao mundo insano de Madagáscar.
Alex, o leão, é o rei da selva urbana, a principal atração do zoológico do Central Park, em Nova Iorque. Ele e os seus melhores amigos - Marty, a zebra, Melman, a girafa e Glória, o hipopótamo - passaram a vida inteira em cativeiro, felizes, diante de um público que os admira e com refeições regulares. Não contente com a vida que tinha, Marty deixa a sua curiosidade levar a melhor e planeia toda uma fuga com a ajuda de alguns pinguins prodigiosos para explorar o mundo!
Repleto de personagens divertidas e aventureiras, Madagáscar deixa o público sem escolha a não ser Move It, Move It!

Uma hilariante comédia de enganos sobre a trajetória de um Casanova da Era do Jacto.Bernardo, um arquiteto que está noivo de três mulheres, Janete, Julietta e Judite, três hospedeiras de bordo, de diferentes países com quem vive sem que saibam a existência uma das outras.
Berta, a fiel empregada doméstica de Bernardo, é cúmplice neste jogo amoroso, trocando as fotografias, roupas de cama e ementas para que nenhuma das noivas desconfie da presença de outras mulheres.
Até que um dia os seus amores vão chegar à sua casa ao mesmo tempo.
Dada a azáfama vivida na casa de Bernardo, Berta está à beira de um ataque de nervos! Um amigo de longa data do arquiteto, Roberto Seguro, veio visitá-lo e vê-se apanhado na maior trama amorosa que alguma vez viu e que terá um fim inesperado.

Com inspiração nos melhores e mais conhecidos espetáculos da Broadway, onde são interpretados o melhores sucessos de sempre por duas poderosas vozes de Carolina Puntel e Saulo Vasconcelos. Um espetáculo onde todo o público vai cantar e reviver em 60 minutos os maiores êxitos, 
Um passeio lúdico pelo universo da Broadway, sendo a música a grande protagonista. Clássicos como "The Phantom of the Opera", "Memory", "Beauty and the Beast", "Hair", "Mamma Mia", entre muitos outros, dão ao encenador Paulo Sousa Costa um vasto e rico material para revisitar a linguagem do Teatro Musical.
Saulo Vasconcelos e Carolina Puntel, dois experientes atores brasileiros que, sem textos ou diálogos durante as cenas, apontam pequenas histórias nas interpretações de cada canção.
E porque sem público não existe espetáculo, a plateia é desafiada a cantar , em conjunto com os nossos atores, alguns dos mais belos temas da história dos musicais.

Em 90 minutos de apresentação, Meirelles aborda temas profundos, de forma madura e sempre bem-humorada, baseado nas suas vivências. 
Nesta peça são abordados temas como a depressão, o feminismo dentro e fora do casamento, formas de domesticar animais domésticos, a gravidez da esposa, preconceitos que todos possuem, entre muitos outros.
Depois de apresentar o seu stand up com piadas inéditas, Meirelles comanda, na parte final do espetáculo, os quadros TRAUMAS e WEBBULLYING. 
O humorista convida corajosos que tenham histórias engraçadas para contar e analisa a melhor delas ao lado de um ícone especial denominado A Voz da Experiência - presença escolhida com a ajuda do público. A história vencedora participa no WEBBULLYING, o momento mais esperado deste espetáculo, onde o comediante toma conta do perfil de uma pessoa nas redes sociais (Facebook, Whatsapp, etc...) passando a interagir com outras pessoas como se fosse o titular da conta.

Grande Noite de Samba e Pagode com Xande de Pilares e Délcio Luiz.

Artistas Convidados

DJ Viviane Campos
Banda Pé na Areia
Rafinha Amsterdam

IR. Porquê?
Porque, e numa altura em que todas as autoridades recomendam que as férias dos portugueses sejam gozadas internamente, o Algarve é mais do que nunca sinónimo de IR;
Porque os habitantes da capital, receosos da presente situação pandémica, estarão desejosos de IR;
Porque a esmagadora maioria dos nossos cidadãos não tem, culturalmente falando, onde IR;
Porque urge oferecer mais valias turísticas a todos os que desejem IR;
E porque no Arade e neste conceito, 
IR para rir, 
IR para cantar
e podes até IR sem sair de casa! 
Porque acreditamos plenamente que, num momento como o actual, o que as pessoas mais precisam, mais sentem falta, é de IR e cantar com o Toy.

IR. Porquê?
Porque, e numa altura em que todas as autoridades recomendam que as férias dos portugueses sejam gozadas internamente, o Algarve é mais do que nunca sinónimo de IR;
Porque os habitantes da capital, receosos da presente situação pandémica, estarão desejosos de IR;
Porque a esmagadora maioria dos nossos cidadãos não tem, culturalmente falando, onde IR;
Porque urge oferecer mais valias turísticas a todos os que desejem IR;
E porque no Arade e neste conceito, 
IR para rir, 
IR para cantar
e podes até IR sem sair de casa! 
Porque acreditamos plenamente que, num momento como o actual, o que as pessoas mais precisam, mais sentem falta, é de IR e cantar com José Cid.